O silêncio

                                                                                    Letra: Leonardo Kruschewsky
                                                                                    Música: Juca dy Paulo

UM HOMEM ANDAVA DE MAL COM SUA SOMBRA
DIZIA-SE MADURO / ANTES DO TEMPO
E AGORA ESTAVA / A APODRECER
MAS UM PÁSSARO SE PÓS EM SEU CAMINHO
E O LEVOU PARA ALGO CONHECER

ELE OLHAVA PARA O POÇO E UM MENINO AO SEU
REDOR
MENINO, POÇO E VENTO A BRINCADEIREM COMO UM SÓ
QUANDO O VENTO EM SEU OUVIDO SOPROU UMA DESCOBERTA
QUE SEUS CRÍTICOS IGNORARAM
E COM MEDO O RIDICULARIZARAM

ELE DEU VAZÃO AO SEUS SENTIMENTOS
E OUVIU A SUA ALMA FALAR
CONTEMPLOU O OUVIDO MAS NÃO VISTO
E NO FIM ENTENDEU

ELE DESCOBRIU O SOM DOS SONS
QUE É A MÚSICA DOS DEUSES
SENDO A LINGUAGEM DOS LÁBIOS / O SILÊNCIO

O MENINO CORRE PARA OS BRAÇOS DO HOMEM
PÁSSARO, POÇO E VENTO, TODOS ELES SOMEM
PARA O HOMEM NOS OLHOS DA CRIANÇA DE
ENCONTRAR
SABENDO QUE A VERDADE ESTÁ NA
SIMPLICIDADE
E SENDO GRANDE DEVE FAZER-SE PEQUENO

PARA DESCOBRIR O SOM DOS SONS
E ENTENDER A LINGUAGEM DOS OLHOS
SE PARA A PINTURA EXISTE O PAPEL
PARA A MÚSICA EXISTE O SOM DOS DEUSES / O
SILÊNCIO

Não foi possivel conectar a base de dados.